Escolhas ou renúncias?



De todas as suas escolhas,
Qual é a sua maior renúncia?
Qual é o motivo para o seu silêncio?

Para cada escolha, consequências
Para cada escolha, um punhado de renúncias
É sempre o dual: escolher e abrir mão, liberar 

Mas o que está sendo renunciado?
E o que essa renúncia traz como consequência?
Escolhas, renúncias, elas são a mesma coisa

E aqui, olhando para os lados
É possível mensurar os reais impactos
De renunciar o que era parte vital de mim

O que restou desses processos de renúncias
Embaladas como poder de escolha?
Essa escolha ou renúncia lhe fere totalmente hoje?

E se olhássemos no horizonte ainda haveria esperança de novas escolhas?
Ou a renúncia e as consequências já tiraram a beleza da crença pelo novo?

Escolhas e renúncias são a mesma coisa
Mas as consequências de cada uma delas,
O maior de todos os desafios
A maior de todas as dificuldades

Escolhi, renunciei
Renunciei, escolhi
Qual o tamanho real dessas consequências?

E o que delas posso tirar para sobreviver e recomeçar?
Eu só queria poder escolher e não renunciar... 


MAIS DE ÓTICA COTIDIANA