5 filmes nacionais com crítica social para ver no Dia do Cinema Brasileiro



Nesta sexta-feira (19), celebramos o Dia do Cinema Brasileiro. Como estamos vivendo momentos ímpares na nossa história recente, vale mergulhar nas telas e assistir a estas produções nacionais produzidas nessa década e que trazem fundo a crítica social. 

Esta lista nem de longe esgota e resume toda a produção cinematográfica do país. Mas vale conferir, assistir e sugerir novos filmes. 

#01


Começamos essa lista com Bacurau (2019), com direção de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles. Este é um dos melhores filmes de ficção que tensiona perfeitamente os processos de dominação e esquecimento de povos e culturas no Brasil. O que os dominantes não entendem é que esse processo não se dará nunca sem enfrentamentos e resistência. 


#02


Democracia em Vertigem (2019), com direção de Petra Costa, traz interessantes pontos de reflexão sobre o sistema democrático brasileiro, que vem sendo dominado pelo debate polarizado e ainda sem claras consequências do que vem por aí. Vale assistir e não se render ao simplismo de discutir política só por partidos...


#03


O Processo (2018), dirigido por Maria Augusta Ramos, é um documentário sem intervenções diretas que traz o processo de impeachment da ex-presidente Dilma, consequência da crise política desencadeada pelas manifestações de 2013 e da histórica eleição de 2014. É uma boa dica para entender a estrutura política do Brasil.


#04

Aquarius (2016), dirigido por Kleber Mendonça Filho, traz a brilhante Sônia Braga em uma narrativa densa, mas ao mesmo tempo construída com muita sensibilidade. O ponto alto do filme são os diálogos que vão te envolver e te fazer refletir sobre as experiências e visão de mundo de Clara (personagem de Sônia Braga).

Assista ao trailer

#05


Que Horas Ela Volta? (2015), dirigido por Anna Muylaert, É um dos filmes dessa lista que mais me emociona. Quantas Val deixam de viver com seus filhos para criar os das patroas? Reflexo dessa sociedade que ainda vive desigualdades normatizadas e a herança do regime escravocrata. A ascensão incomoda as elites do Brasil.


#BÔNUS 01


Menção honrosa para Central do Brasil (1998) com a incrível Fernanda Montenegro, uma das atrizes que mais admiro por aqui e direção de Walter Salles. O filme ganhou uma versão remasterizada em 2018. Vale apreciar e se emocionar com cada segundo da história de Dora e Josué. Se ainda não viu, veja HOJE MESMO.


#BÔNUS 02


Também na lista de menção honrosa, Deus e o Diabo na Terra do Sol (1964), de Glauber Rocha. Considerado um dos melhores filmes da história do cinema brasileiro e de autoria de Glauber Rocha, o filme traz a cultura nordestina para as telonas e é um marco do cinema novo. Clássico que não envelhece.


#BÔNUS 03


E por fim, Cidade de Deus (2002), direção de Fernando Meirelles e Kátia Lund. Este é um filme denso, cru e que retrata o cotidiano de violência na comunidade Cidade de Deus, no Rio de Janeiro. O filme é de 2002, mas facilmente poderia ser contextualizado em 2020, em meio a escalada da criminalidade, violência e ausência do estado.


#AGUARDANDO ESTRÉIA



Dirigido pelo brilhante Wagner Moura, Marighella (2019) traz parte da história de Carlos Marighella, que liderou um dos maiores movimentos de resistência lá nos anos de 1960, contra a ditadura militar no Brasil. O filme segue sem data de estreia no Brasil... sintomático, né?


O cinema brasileiro não cabe em uma lista, mas deixo aqui boas dicas para apreciar o cinema nacional e de quebra refletir sobre a nossa realidade.  
 
Diz aí quais outros filmes não listados que lhe marcaram?



Originalmente publicado no twitter
 
  

Comentários

  1. Adorei a lista!!
    Estou doido para estrear Marighella

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também estou querendo muito assistir no cinemas!
      Obrigado pelo comentário!

      Excluir
  2. Aquarius é o melhor filme de Sônia Braga pra mim. Apesar de achar que ela brilha muito em todos
    Recomendo também Tropa de Elite I e II, eles falam bastante da política e milícias

    Parabens pela lista

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gabriela, Tropa de Elite tem uma excelente crítica social mesmo.
      Obrigado pelo comentário e lembrança

      Excluir
  3. Essa lista só tem filme top

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Bem-vind@ a Ótica Cotidiana!
Obrigado pela visita e leitura do texto.


Participe deixando a sua opinião, comentário ou questionamento sobre o texto.

NOTAS :

- Não serão tolerados qualquer mensagem contendo conteúdo ofensivo ou de spam.
- Os comentários são de plena responsabilidade dos seus autores, ainda que moderados pela administração do site.
- Os comentários não representam a opinião do autor ou do site.

MAIS DE ÓTICA COTIDIANA